Borboletas




Todos nós mudamos. Metamorfose é uma coisa, de certo modo, natural. Pode ser que seja algo bom, mau, sutil, escandaloso, mas
sempre teremos que nos despedir da parte que insistiu em pular a janela e ir. A incógnita de conhecer o novo, é desconfortável,
anda mascarada, apenas esperando por boas vindas calorosas. Enquanto isso ficamos submersos sobre um mar de interrogações,
sombrias, temerosas. Mas, tudo tem de acabar, ou melhor, tudo tem de se encaixar, a menos que a sentença final seja a solidão,
e repulsa. Agente acaba por se acostumar ao novo detalhe, à nova vírgula de uma tempestade de letras quaisquer. Enfim, o que
nos resta é aceitar, adorar, ou conviver infeliz com a brisa envergonhada de frio, que sopra no meio do verão. Gozar do voo feliz
das borboletas, que alegre exploram suas novas e coloridas asas cortando o vento suave gelado.

3 comentários:

Midup 6 de agosto de 2009 01:21  

Com certeza.
As metamorfoses são sempre muito importantes e inevitáveis em nossas vidas. Querendo-as ou não, não já como fugir. São mudanças que traçam o perfil de cada um, de acordo com o que vive, e está ao seu redor.
Por isso, mudanças são sempre importantes, sejam elas boas ou ruins.
Parabens! Muito bom!, =)

Matheus 6 de agosto de 2009 22:42  

Nossa, que lindo, você é super evoluida!!
já pensou em escrever um livro?
de onde você tira inspiração?
você é muito inteligente e escreve muito bem.
ótimo texto
parabéns!

Takashi Shirozu 10 de agosto de 2009 19:43  

Muuito booom..

;- Um livro iria fazer muito sucesso ;)

About this blog


Não há sentido em decifrar o que há dentro de cada um. Cada cenário diz respeito apenas ao ator que o utiliza como meio de brilhar, imaginar, como ferramenta para existir dento de si.

Aline Ribeiro Cunha.

About Me

"O coração da mulher é assim; parece feito de palha, incendeia-se com facilidade, produz muita fumaça, mas em cinco minutos é tudo cinza que o mais leve sopro espalha e desvanece." Manuel Antônio de Almeida

Curtiu? Entra aí (:

Recent News

enjoy